sábado, 20 de fevereiro de 2010

Sotaques

Estou assistindo TV e presto atenção no sotaque de algumas pessoas no programa da Globo.
Não se fala nenhuma palavra em que uma vogal é seguida de um "r" sem este último ganhe força.
Assim verde vira verrde , vermelho vira verrmelho, quarto vira quarrto e assim vai.
Acho feio , parece dialeto, não é português.
Quando estava em SP não dizia uma frase inteira sem que fosse identificado como carioca. Nosso "S" assume um chiado , como se fosse "ch".
Pesquisei há tempos atrás e descobri a origem.
Vem da instalação da corte portuguesa em 1808, trazendo o chiado de Lisboa.
O sotaque paulista vem da mistura do portugues com o tupi-guarani e do falado por imigrantes italianos .
Até a metade do século XIX o idioma mais falado em São Paulo era o guarani.
O sotaque de SC e PR vem da mistura do portugues aqui falado pelos tropeiros paulistas, com o idioma praticado pelos imigrantes do Açores.
Pois isso tudo para falar que estava na varanda da pousada em Búzios quando vejo um bebê lindo em um carrinho.
Tem olhos azuis, está rindo de se acabar com as brincadeiras de quem avalio ser a mãe.
Chego perto e pergunto a mãe como se chama aquela beleza.
Esta me responde com sotaque característico dos patrícios.
- Francisca , é uma menina !
Quase retruco que por se chamar Francisca não esperava que fosse menino.
Forço um sotaque patrício e pergunto:
- Donde vens ?
- Do Porto , e tu ,és de Lisboa ?
Comprovei a tese.