sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Sou carioca


Ligo para o serviço do banco e uma das perguntas de autenticação do cliente , aplicando regra de segurança , que o operador com sotaque paulista me faz é :
- Em que cidade o Sr. nasceu ?
- Sou carioca , graças a Deus !
O operador ri e concorda ,isto é um privilégio .
Tive a sorte de ter conhecido diversas cidades ao redor do mundo , vi lugares lindos , mas como o Rio ainda não vi .
Sempre digo lá fora que o Rio , à noite , é a segunda cidade mais bonita do mundo .
A pergunta óbvia vem em seguida , qual é a primeira ?
O Rio , de dia , é a resposta .
Disto tudo me lembrei quando li o post no blog de Ancelmo Góis que listo abaixo .
Na verdade é texto de campanha publicitária de um shopping carioca , mas nem por isso menos bonito .
"Papo de Deus com São Pedro, quando criaram o Rio de Janeiro.
- É, o visual ficou bonito!
- Mas, Deus, quem vai viver aí?
- Vamos botar gente trabalhadora, Pedro.
- Boa! Gente que rale!
- Tudo bem, mas cria o happy hour.
- Que tal pôr surfista? Corais...
- Surfistas, aprovado! Mas tira os corais pra não machucar os meninos.
- E a segunda-feira, Deus, mantém?
- Mantém! Mas capricha no domingo. Com futebol, praia e samba! Vamos criar o Mengão !
- Agora o clima.
- Vamos encher isso aí de gelo!
- Tá louco, Pedro? Eu quero sol o ano inteiro,com uma hora a mais no verão! E coloca aí uma observação: pôr-do-sol cinematográfico!
- É, Deus, ficou bom, hein! Merece até uma estátua sua!
- Minha não... Eu não gosto de aparecer. Bota uma do meu garoto
! "



quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Banquete em Campo Grande

Quando cheguei em Bela Vista , MS , meu pai me avisou :
- Vai haver um jantar em Campo Grande em comemoração do primeiro aniversário da criação do estado , quer ir ?
Não recuso convite para festa , principalmente de festa que parece ser bacana .
Desta maneira chegamos a Campo Grande um dia antes , tempo suficiente para arrumar um terno para ir a festa .
Conhecedor da natureza humana , depois de tantos anos como médico e observador por hábito , meu pai disse-me para prestar atenção no comportamento daqueles que recém chegados a um pequeno degrau de poder mostravam-se verdadeiros pavões , a exibir ares de pretensa superioridade .
O cerimonial do estado mostrou-se perfeito , assim como o jantar .
Os lugares haviam sido marcados colocando-se os prefeitos de cidades vizinhas numa mesma mesa , sempre com a presença do deputado do partido que representava a região .
O detalhe chegou ao ponto de colocarem ao meu lado a filha de um prefeito , também ela estudante no Rio , de idade próxima a minha .
Tudo corria bem quando , no final do jantar , a esposa de um prefeito , sentada em frente a meu pai , saca da bolsa um palito de dentes e o mantêm preso aos dentes a conversar com quem quisesse ouvi-la .
Meu pai , sem disfarçar a surpresa com o gesto , me dá leve esbarrão no braço , a apontar a cena infeliz .
A gentil Sra percebeu e para seu azar resolveu provocar meu pai :
- O que foi Dr. Ely ? Está estranhando meu palito ? Pois saiba que isto é prova de etiqueta refinada que com certeza ainda não chegou lá na fronteira . Estou desta maneira demonstrando a nossa anfitriã minha satisfação com o excelente jantar servido .
Meu pai podia perder o amigo mas não perdia a piada .
Com uma bola assim levantada logo vi que a pancada seria forte e ela veio .
- É verdade Sra , lá na fronteira esta regra de etiqueta ainda não chegou . Mas com a Sra falando eu me lembrei que temos uma coisa parecida .
A armadilha estava armada e ela caiu .
A mesa parou para ouvir o que ia se seguir .
- É mesmo Dr. Ely , o que é ?
- Quando saímos do banheiro , deixamos um pedaço de papel higiênico preso no bolso de trás da calça .
O olhar dela furioso e a profusão de risadas são lembranças que me ficaram desta festa .

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Na sauna

Esta também aconteceu com Lula , o do bem , grande amigo e parceiro .
Estávamos na convenção comercial da rede de lojas de departamentos no Club Med de Itaparica .
Com o dia quase todo livre , sem atividades ligadas ao encontro da empresa ,tinhamos ido a piscina onde Lula resolveu experimentar um ouriço do mar , servido para quem quisesse provar .
A visão do bicho aberto não me entusiasmou mas Lula resolveu encarar .
Aí começaram as piadas e provocações .
- Lula este bicho é cheio de hormônio feminino , olha lá ....
Sujeito popular todo mundo resolveu cair em cima dele .
- Lula , isto faz crescer o peito , você resolveu mudar de lado ?
Da piscina fomos para a quadra e da quadra para sauna .
Na sauna entramos e começamos a papear com quem lá estava .
O assunto do ouriço voltou .
Assim estava tudo correndo quando um hóspede , enrolado na toalha , entra e senta-se atrás de Lula .
Completamente a vontade , retira a toalha e fica totalmente nu .
Foi o que bastou para a reação de Lula :
- Companheiro você me desculpe mas não estou acostumado com homem nu nas minhas costas . Vou me afastar aqui para o canto , mas tudo bem , fique tranquilo.
Não resisti :
- É Lula , tá vendo como o ouriço tem efeito rápido ?

terça-feira, 19 de agosto de 2008

No Hospital

Quando A. me falou que estava passando mal suas feições já o diziam .
Pálido , suor na testa , queixando-se de mal estar geral , pensei imediatamente em alteração de pressão arterial .
Insisti para que procurássemos o médico no plantão da empresa para simples verificação da pressão .
Não o quiz fazer , queria ir embora logo .
Ofereci-me então para levá-lo ao hospital .
No caminho mostrava preocupação .
Tentei acalmá-lo falando de futebol , tentando desviar o assunto .
Não adiantou , estava mesmo preocupado .
Chegando ao hospital meu diagnóstico inicial se confirmou .
Pressão a 16 x 10 para quem nunca teve alteração .
É levado para sala de repouso e verificação onde outros pacientes estão também em monitoramento .
Não resisto e comento em voz alta :
- È A. , você com essa vai ter que adiar sua cirurgia de mudança de sexo . Está vendo o que deu se entupir de hormônio feminino ?
Do outro lado da sala o monitor da velhinha que arregalava os olhos disparou !

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Trabalho de Marketing

Ele , filho mais velho de 4 irmãos , foi trabalhar ainda cedo aos 14 anos .
Já aos 25 anos viu que lhe fazia falta a conclusão do então segundo grau , base para que pudesse cursar uma faculdade e melhorar de vida .
Nesta busca descobriu um curso de segundo grau , à noite , com uma grande vantagem , graduação em técnico de marketing .
Matriculou-se e foi contente e entusiasmado complementar a base que lhe faltava .
Ao final , em trabalho de conclusão de curso , resolveu propor como resultado todo um trabalho de prospecção de mercado , identificação de necessidades não atendidas de clientes , desenvolvimento do produto , desenvolvimento da marca , estratégia de venda , etc , um verdadeiro plano de negócios .
Mas o que iria Rafael propor ?
Observando a namorada colocando lentes de contato teve a idéia genial .Um colírio que mudasse , por propriedades reflexivas , a côr dos olhos .
Sem os inconvenientes da lente , fácil transporte na bolsa , facilidade de aplicação , seria um blockbuster no mercado .
Pois assim pesquisou , fisicamente era possível o desenvolvimento de uma solução com tais propriedades ,e cuidou do restante de seu plano .
Com moral elevada entregou seu trabalho certo da obtenção da nota máxima .
Para sua decepção tirou 2,0 .
Qual o motivo ?
Foi o nome escolhido para o produto :
COROLHO .

domingo, 10 de agosto de 2008

Bobagens esportivas

É só prestar atenção , quando comentaristas esportivos tem que discorrer muito sobre qualquer tema uma bobagem aparece .
Na madrugada de sábado , início das Olimpíadas , o comentarista da Sport Tv , ex-nadador e medalhista ao falar das chances da nadadora brasileira dispara :
- Ela está muito bem mas terá que fazer uma prova rápida .
Existe disputa por lentidão em natação ?

Lembrei de outras .
Ao final de um jogo do Flamengo , nos anos 90 , o trepidante de campo solta a pérola :
- Uma curiosidade , todos os gols do Flamengo foram marcados por jogadores de nome começando com "R" , Rodrigo , Renato e Juan .

Todo domingo há a apresentação do "Enquanto a bola não rola " na Rádio Globo .
Discutiam os participantes a atitude de Maradona que pediu um determinado valor para conceder entrevista no Rio .
A bola é rolada para o canhotinha de ouro , perguntando-se a ele o que acha da atitude do ex-jogador argentino .
O canhota começa :
- Vejam só , um jogador começa sua carreira aí pelos 18 anos e vai até , quando está bem , aos 35 anos .
Quanto tempo dá isso aí ?
Silêncio no ar e o condutor do programa devolve :
- Canhota eu fui fazer comunicação porque nunca fui bom em matemática .....

sábado, 9 de agosto de 2008

Exame Médico

A empresa resolveu no início dos anos 80 que todos os funcionários , do presidente ao mensageiro , deveriam fazer um exame médico de avaliação .
Para tal um médico estaria presente em local determinado e todos , obedecendo a agenda programada , deveriam comparecer para anamnese e coleta de sangue para exames .
Quando do dia e hora marcados para lá ele se dirigiu .
Chegando na sala a ele logo se juntaram mais 3 funcionários .
Enquanto esperavam , ansiedade pura , o papo logo caminhou para como seria o exame .
- Será que dói muito, este médico sabe tirar sangue ?
- Ih , eu soube pela copeira , que também é dada vacina e a agulha é enorme !
- Fulano da Xerox saiu reclamando muito de dor no braço .....
Chegou a sua vez e foi chamado .
Ouviu o desejo de boa sorte e entrou deixando 3 pessoas esperando, com sorrisos amarelos e pura angústia no ar .
Questionário simples , pressão 12x7 , pulmão auscultado , respiração Ok , nada doendo no exame abdominal , sentou-se para a extração de um pequeno frasco de sangue .
Quando terminou virou-se para o médico e pediu :
- Doutor , por favor, não estranhe o que vou fazer .
Dito isto começou a berrar :
- Aiii , Socorro , está doendo muito , tirar um litro de sangue não , por favor , Não , socorro !
O médico , de boca aberta , só observou .
Rindo ele saiu e olhou para a sala de espera .
Estava vazia ! Ninguém ficou lá .

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Passagem de Livro

Um dos grandes livros de Fernando Sabino é o Grande Mentecapto .
Uma entre várias outras ótimas passagens da obra descreve quando Viramundo , o personagem principal , ao fugir do hospício vestido de médico vê o causador de sua internação .
Viramundo chama um enfermeiro , manda internar o alemão dono do roseiral , e é obedecido.
Pois dela me lembrei ao ler o caso narrado no blog de Mauro Ventura .
O autor falava de sua admiração por Geraldo Casé e da facilidade deste último em contar boas histórias .
" Como a que envolveu Joseph Guerreiro, intérprete de Monteiro Lobato no seriado.
O ator só gravou uma cena. Após a gravação, em São Paulo, Joseph não quis voltar de avião com a equipe. Parou num bar, tomou umas e outras e acabou adormecendo no banco da rodoviária.
Passou um ladrão e levou dinheiro e documentos.
Joseph foi abordado por um guarda e, ainda zonzo, disse que era Monteiro Lobato.
Foi parar num sanatório, onde ficou meses e, segundo consta, chegou a levar choques elétricos.
- Ficou todo mundo procurando por ele. Botamos o retrato do Joseph no ar até que uma enfermeira viu e disse:

- Puxa vida, não é que o Monteiro Lobato é ele mesmo ? "

Autorização para Obra

Ele trabalhava em Petróleo Ipiranga quando o telefone tocou .
A voz do outro lado da linha não perguntou quem era e disparou a falar :
- Doutor , aqui quem fala é o João , o pedreiro , tudo bem ?
- Tudo bom !
- Escuta doutor , vi o preço das duas pias que o senhor falou , uma é mais cara 200,00 que a outra , qual o senhor quer ?
- A mais cara !
- Certo , vou comprar e trazer a nota para o senhor. Já resolveu se vai fazer a obra no outro banheiro também ? Se quiser posso começar a quebrar hoje mesmo , um primo meu pode vir e me ajudar .
- Pode quebrar , vou trocar tudo do outro também . Pode ir comprar o material que a noite a gente acerta .
- Beleza doutor , vai trocar a banheira ?
- Vou sim , aproveita quando quebrar para tirar logo . Pode levar para você .
- Beleza doutor , quando o senhor chegar a gente se fala.
- Até logo !
O colega ao lado, ao ouvir parte do diálogo, não segurou a pergunta :
- Fazendo obra em casa ?
- Não estou não , era engano .