sábado, 27 de julho de 2013

Mágica na Avenida Rio Branco

A prefeitura do Rio de Janeiro baixou decreto instituindo multa para quem jogar lixo no chão.
Acho a iniciativa correta, assim como medida educativa a multa deve funcionar . Lamento apenas a ausência de lixeiras em todas as vias, em quantidade que ajudasse a recolher papéis, guimbas de cigarro, latas, etc.
Estava eu voltando do almoço quando, antes de entrar no prédio, resolvo acender um cigarro.
Ainda é permitido fumar ao ar livre.
Estou ao lado de uma árvore em cuja volta estão muitas guimbas de cigarro.
Pois ao terminar de fumar ,apaguei o cigarro na sola de meu sapato, me dirigi a entrada do prédio quando fui abordado , de forma muito educada se registre, por um senhor com uniforme e crachá da Comlurb, a empresa de limpeza urbana.
- Senhor , boa tarde, pode me ouvir ?
Paro, respondo pois não e espero o que tem a me dizer.
- O senhor acaba de cometer uma infração ?
- Infração , que infração cometi ?
- O senhor estava fumando e jogou uma guimba de cigarro no chão.
Diz isso e aponta para a árvore.
Abro a mão e mostro-lhe a guimba apagada .
- Esta aqui ?
O homem traz surpresa no rosto, olha de novo para a árvore e para minha mão.
Ainda incrédulo me pergunta :
- Como o senhor fez isso ?
- Simples , é mágica .
Digo isso e entro no prédio, o senhor se volta para me olhar mais uma vez e segue seu caminho.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

O cão era outro

Sou apaixonado por meus cães, Scottish Terriers. Até o final de semana passado eram dois em minha casa . Depois de um curto período de hospedagem mais um de cor trigo, de nome Gerard, conquistou minhas filha e esposa e assim se juntou a nós.
Tenho mais dois , um preto de nome Apolo e uma trigo clara de nome Jolie.
Os dois tem temperamento completamente diferente.
Apolo é o próprio coração valente que a tudo encara , não importa quem ou o tamanho se acha que a família pode estar em risco.
Jolie se entrega para qualquer um , a buscar carinho e brincadeiras.
Tenho um amigo e vizinho de longa data que tem o costume de gesticular muito enquanto fala em voz alta .
Apolo assim sempre encara Rui, este amigo, como ameaça e parte atrás dele com todos os dentes a mostra.
Pois encontrei Rui na rua e lhe pedi ajuda .
A porta  de madeira de pequena despensa que mantemos embaixo do deck , onde guardo produtos de manutenção de piscina, estava quebrada.
Rui sempre foi o grande faz tudo, aposentado passa o dia a fazer pequenos consertos.
Pedi-lhe então que se pudesse fosse a minha casa para o conserto da porta desta despensa.
Quem me contou este caso foi minha empregada  Glória que o recebeu, não sabia Rui da presença de Gerard.
Avisando pelo interfone que estava subindo pediu que Apolo fosse afastado, estava vindo com um ajudante que tem muito medo de cachorro.
Os dois chegaram , Apolo estava em meu quarto .
Ao entrar o ajudante ao ver Gerard parado o encarando no meio da sala disse :
- Seu Rui , tem um cachorro ali , olha só !
Sem prestar muita atenção Rui respondeu :
- Ih , pode vir , aquela ali é muito mansinha , não faz nada , vai querer é te lamber e mostrar a barriga para coçar.
Ainda com medo o ajudante entrou e fechou a porta.
Nesta hora Jolie curiosa com o barulho da porta chegou na sala .
Ao vê-la Rui percebeu o engano, eram dois cães trigo, tomou o susto e não se conteve :
- Ih rapaz, caraca, é outro cachorro , corre que este eu não conheço .
A porta da sala fechada virou obstáculo para os dois que tentavam sair ao mesmo tempo.
A saída foi minha escada por onde subiram correndo .
Glória se dobrou de rir enquanto Gerard e Jolie apenas olharam .